A Filosofia e o Gerenciamento de Projetos

12 de dezembro de 2021

A Filosofia e o Gerenciamento de Projetos

Por: Carlos Magno da Silva Xavier (Doutor, PMP)

Estou relendo o livro “O Mundo de Sofia - A história da filosofia” de J Gaarder, que aliás recomendo Nele você percebe a evolução do pensamento humano, desde a Grécia Antiga até o século passado, em relação às questões existenciais como: Quem somos 공단기? Como o mundo foi criado? Qual é a coisa mais importante na vida? Por que vivemos? Como devemos viver? Existe vida após a morte?

A história da filosofia nos mostra muitas respostas diferentes para cada uma dessas perguntas 삼성 순정 펌웨어 다운로드. Grandes sábios, como Aristóteles, Sócrates, Platão, São Tomás de Aquino, Descartes, Hume, Kant, Hegel, Marx e Freud, discordaram em suas respostas 환경 스페셜 다운로드. Quem estava certo?

Utilizando o mesmo raciocínio, as técnicas de gerenciamento de projetos, utilizadas no passado, eram inadequadas 프랩스 다운로드?

Eu concordo totalmente com o filósofo alemão Hegel quando ele diz que “não existem verdades eternas” 나루토 vs 블리치 2.6. E ele afirma que temos de contextualizar historicamente o conhecimento.

Fazendo um paralelo com a filosofia, não devemos afirmar que as técnicas de gerenciamento de projetos utilizadas no século passado eram erradas 다운로드. Utilizando uma metáfora, o gerenciamento de projetos é como um rio que recebe água (novos conhecimentos) de seus afluentes ao longo do seu percurso (o passar dos anos) 다운로드.

O que percebemos é que o rio (gerenciamento de projetos) vai se modificando de acordo com as rochas (mercado), barrancos (tecnologias) e curvas (mudanças organizacionais) que vão surgindo em seu caminho 다운로드.

O “rio” que estamos presenciando nos dias de hoje está nos mostrando a importância de utilizarmos metodologias híbridas para o gerenciamento de projetos, misturando ferramentas tradicionais, como EAP, cronograma, orçamento e análise de riscos, com design thinking, modelos Canvas, Kanban e Scrum 쉐어박스 다운로드.