GERENCIAMENTO INTEGRADO DE PROCESSOS, PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIO – REVISTA GIP4 – OUTUBRO/ 2018

 

Temos visto no Brasil, nos últimos 15 anos, uma busca das Organizações em melhorar suas práticas de gestão de projetos, principalmente em razão do aumento da competição entre as empresas e da cobrança por maior eficiência e eficácia em suas iniciativas.

Porém, existe uma confusão entre o que é um padrão, uma metodologia de gerenciamento de projetos e uma metodologia de desenvolvimento de produtos. Por exemplo, o PMBOK® Guide e o SCRUM são metodologias de gerenciamento de projetos?

No texto, o diretor da Beware Consultoria e Treinamento, Carlos Magno Xavier, pretende apresentar a sua interpretação acerca desse assunto, citando alguns padrões e metodologias mais utilizados no apoio ao gerenciamento de projetos. Leia aqui.

Não sei se você já ouviu esta frase: "Este é um projeto ágil; não podemos lhe dar datas”, mas ela é o terror dos clientes e dos PMOs que querem acompanhar os projetos.

Primeiro, é necessário entender que ágil não é um método de gerenciamento do projeto e sim um método de desenvolvimento do produto. As metodologias ágeis mais conhecidas são: Crystal; Extreme Programming (XP); Feature Driven Develpoment (FDD); LEAN Software Development; OpenUP; RUP (a partir da versão 7.0); e SCRUM.

Costumo dizer que uma coisa é usar Scrum e outra é ser "scrulambado". Continue lendo aqui.


2) Agenda de Cursos da Beware (Turmas Abertas)

Desde 2015, a Beware é Registered Education Provider (R.E.P.) pelo PMI, atendendo a todos os critérios de qualidade, garantindo PDU´s aos seus alunos e te ajudando a se destacar no mercado de trabalho. Clique no curso abaixo ou entre em https://beware.com.br/servicos/cursos .

Gerenciamento de Riscos, utilizando Simulação de Monte Carlo  26 e 27 de Novembro Niterói, RJ
Gestão Moderna de Projetos 27,28 E 29 de Novembro Niterói, RJ
Do Project Canvas ao Plano do Projeto 27 e 28 de Novembro Niterói, RJ
Gerenciamento de Riscos, utilizando Simulação de Monte Carlo 11 e 12 de Dezembro  Brasília
Workshop de Gestão de Portfólio e Programas. 11 de Dezembro Niterói, RJ

 

Garanta já a sua vaga, antes que a turma lote!

Vamos até você! Para cursos In Company, envie mensagem para relacionamento@beware.com.br.

 


Carlos Magno Xavier, sócio Diretor da Beware Consultoria e Treinamento, apresenta como a Teoria da Decisão pode ser útil no julgamento de propostas de fornecedores, de forma a escolhermos a proposta mais vantajosa para o nosso projeto.

"Como queremos um ponto de equilíbrio entre escopo, preço, prazo e qualidade (características do produto ou serviço, experiência da empresa etc.), precisamos utilizar o conceito de “objetivos múltiplos e conflitantes”.

Segundo XAVIER e outros, o ambiente globalizado e cada vez mais especializado em que as empresas estão inseridas faz com que cresça a cada dia a necessidade de conduzir adequadamente os processos de aquisição de produtos e serviços. Quando essas aquisições se referem a projetos podem ter, como conseqüência, impactos negativos no sucesso do seu gerenciamento, especialmente no cumprimento de prazos e orçamentos, assim como na qualidade dos produtos e serviços produzidos. Veja aqui.


COMO AUMENTAR A AGILIDADE E EFETIVIDADE DE SUAS AÇÕES NO PROJETO?

COMO CONCEBER E VIABILIZAR PROJETOS?

 

COMO AUMENTAR A CHANCE DE SUCESSO DO PROJETO?

 

CONSULTORIA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS

Conte com a Beware Consultoria e Treinamento para a concepção, análise de viabilidade, planejamento e acompanhamento dos seus projetos! A transferência do conhecimento durante a consultoria permite também agregar expertise na gestão de projetos para a sua equipe.

O nosso planejamento é ágil e adequado, dependendo da complexidade do projeto e atendendo ao escopo, prazo, custo e qualidade, considerando de forma integrada os riscos, recursos humanos, aquisições e comunicações.

Realizamos consultoria em gerenciamento de projetos para a Marinha, Petrobras, Eletropaulo e muitos outros.

Entre em contato para entender como você pode aumentar a probabilidade de sucesso do seu projeto.

Envie e-mail para beware@beware.com.br ou ligue (21) 3603.0202.


O Gerenciamento do Valor Agregado (GVA) é um sistema extraordinário de gerenciamento que integra, de uma forma muito intrigante, custo… prazo... e desempenho técnico. É um sistema cujos conceitos são, no entanto, difíceis de entender por quem está iniciando na área.

O GVA mede o desempenho em prazo não em unidades de tempo, mas, sim, de custo, ou seja, dinheiro. Depois de superar esse obstáculo mental se descobre outra peculiaridade do GVA: na conclusão de um projeto que está atrasado, a Variação de Prazo (VPR) é igual a zero, e o Índice de Desempenho em Prazo (IDP) é igual a um. Isso é estranho! pois o projeto terminou atrasado, mas os valores dos indicadores dizem que o projeto foi perfeito em termos de desempenho... em prazo! Um executivo sênior que receba o relatório de desempenho do projeto, e que pouco conheça do GVA, não consegue entender porque seu cliente está irritado e grita, “O produto foi entregue atrasado!”

O texto de Walt Lipke, traduzido por Paulo André de Andrade, discute o dilema existente nos indicadores de prazos, VPR e IDP, do GVA. O artigo apresenta um método para solucionar o problema. Demonstra-se que o método resulta em indicadores de prazo que se comportam da mesma forma que os de custo. Leia aqui.


Livro do Mês: PMO - ESCRITÓRIOS DE PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIO NA PRÁTICA

Este livro deixa claro a importância do PMO como um integrador de pessoas, processos e negócios que acaba por influenciar diretamente a maturidade em gerenciamento de projetos da organização e, consequentemente, a performance de seus projetos. Revisitando o que há de mais recente na literatura científica, esta obra inova ao compilar artigos inéditos, com base na experiência consultiva e acadêmica de seus autores.

Através de uma abordagem que privilegia a prática, são introduzidos conceitos sobre a constituição de PMOs, sua ligação com a estratégia da empresa e a governança corporativa, gerência de portfólio, suas funções, principais stakeholders envolvidos, gerência de conhecimento e tantos outros tópicos, na busca de compreender quais os aspectos que determinam o sucesso desta entidade dinâmica e ao mesmo tempo de tanto destaque nas organizações contemporâneas.

Indispensável para gerentes de projeto, gerentes de escritórios de projeto, gestores buscando o desenvolvimento da maturidade de suas organizações, professores, pesquisadores e estudantes da área de gerenciamento de projetos.

Compre o livro aqui.


Falando em PMO, participe da pesquisa PMO 2018. Peço que responda, mesmo que não tenha um PMO na sua organização.

O intuito é entender o funcionamento dos Escritórios de Gerenciamento de Projetos (PMO) no Brasil.

Que tipos de organizações possuem PMO no Brasil? Elas estão satisfeitas com eles? Que serviços eles prestam?

São só 6 questões e você ainda pode ser o sorteado para ganhar um dos 2 exemplares do livro "Gerenciamento de Projetos – Como definir e Controlar o Escopo de um Projeto" que sortearei entre os respondentes.

Ao final da tabulação eu enviarei o resultado da pesquisa para os participantes.

Participe aqui.


A Estrutura Analítica do Projeto (EAP) é fundamental no planejamento de um projeto. Além de representar o escopo do projeto, é a base para a elaboração do cronograma, orçamento, análise de riscos etc.

Como definir o escopo de um projeto?

Como a comunicação interfere na combinação do escopo?

Como elaborar a Estrutura Analítica do Projeto (EAP)? O que muda na EAP quando utilizamos SCRUM?

Como controlar o escopo?

Estas e outras perguntas foram respondidas pelo professor e sócio diretor da Beware Consultoria e Treinamento (www.beware.com.br), Carlos Magno Xavier (Doutor, PMP) na webaula organizada pelo blog www.projetoseti.com.br.

Assista a Webaula O Papel Fundamental da Comunicação e da Estrutura Analítica do Projeto

Mensagem