PRAZO AGREGADO: ANÁLISE DE DESEMPENHO EM PRAZOS COM MEDIÇÕES DO GVA

11 de agosto de 2015

103113_1809_anlisedeval5O Gerenciamento do Valor Agregado (GVA) é um sistema extraordinário de gerenciamento
que integra, de uma forma muito intrigante, custo... prazo... e desempenho técnico. É um sistema cujos conceitos são, no entanto, difíceis de entender por quem está iniciando na área. O GVA mede o desempenho em prazo não em unidades de tempo, mas, sim, de custo, ou seja, dinheiro.

Depois de superar esse obstáculo mental se descobre outra peculiaridade do GVA: na conclusão de um projeto que está atrasado, a Variação de Prazo (VPR) é igual a zero, e o Índice de Desempenho em Prazo (IDP) é igual a um. Isso é estranho! pois o projeto terminou atrasado, mas os valores dos indicadores dizem que o projeto foi perfeito em termos de desempenho... em prazo! Um executivo sênior que receba o relatório de desempenho do projeto, e que pouco conheça do GVA, não consegue entender porque seu cliente está irritado e grita, “O produto foi entregue atrasado!” Este texto discute o dilema existente nos indicadores de prazos, VPR e IDP, do GVA. O artigo apresenta um método para solucionar o problema. Demonstra-se que o método resulta em indicadores de prazo que se comportam da mesma forma que os de custo.

Leia o artigo completo aqui.

A Beware está com uma turma aberta para o Curso de Controle de Projetos com a Curva S – Valor Agregado, Prazo Agregado e Duração Agregada, que irá acontecer no Rio de Janeiro, nos dias 25 e 26 de agosto.

Para maiores informações, clique aqui.

 

Mensagem