Brandenburg: Um projeto com um atraso de 13 anos

1 de novembro de 2019

O Projeto do novo aeroporto de Berlim está atrasado treze anos

Autoria: Carlos MAGNO da Silva Xavier (Doutor, PMP) - Diretor da Beware 다운로드.

Em 2016 eu fiz uma postagem com o título “Como ter Sucesso na Gestão de Programas de Projetos 다운로드?”. Na ocasião eu mencionei uma matéria da revista Exame acerca da construção do aeroporto internacional de Berlim (Brandenburg). A data de abertura inicial de 2007 foi alterada para 2011 e depois adiada várias vezes 스냅스 글꼴 다운로드. O trem para ligar o centro de Berlim ao aeroporto tinha ficado pronto; funcionava todos os dias, para não virar sucata, mas nunca levou um único passageiro até lá, porque não havia passageiros para levar 윈도우10 kn 다운로드.

De acordo com a FBB (Flughafen Berlin Brandenburg), a entidade oficial que gerencia o desenvolvimento do Aeroporto de Brandemburgo, a nova previsão é outubro de 2020, conforme o seu 2018 Annual Report 다운로드.

Aqui estão algumas das razões pelas quais a abertura do novo aeroporto de Brandemburgo está demorando tanto tempo:

  1. 26 dias antes de sua abertura programada para junho de 2012, o alarme de fogo do aeroporto e o sistema de supressão não funcionavam corretamente.
  2. O sistema de ventilação também acabou por ser problemático.
  3. Havia um número insuficiente de balcões de check-in para o volume de tráfego previsto.
  4. Quatro mil portas foram numeradas incorretamente.
  5. A integridade estrutural do telhado foi questionada.
  6. Em 2018, as telas com informação de partidas e chegadas tiveram que ser substituídas após terem queimado devido a terem ficado ligadas por seis anos.

Vocês acham que agora eles vão cumprir o novo prazo?

Sobre o autor:

Carlos Magno da Silva Xavier ( Doutor, PMP)

Carlos Magno Xavier

Diretor da Beware - magno@beware.com.br

Carlos Magno da Silva Xavier foi eleito, em 2010, uma das cinco personalidades brasileiras da década na área de gerenciamento de projetos. É Doutor pela Universidad Nacional de Rosário (Argentina) e Mestre pelo Instituto Militar de Engenharia (IME). Sócio-Diretor do Grupo Beware, sua experiência profissional, de mais de vinte e cinco anos, inclui a consultoria na sistematização do gerenciamento de processos, projetos, programas e portfólio em várias Organizações (TIM, Eletronuclear, BR Distribuidora, Eletropaulo, Marinha do Brasil, Iguatemi, Emgepron, SESC-Rio, Petrobras e outras).

Magno é também autor/coautor de dezoito (18) livros, dentre eles “Metodologia de Gerenciamento de Projetos – Methodware” – eleito em 2010 o melhor livro brasileiro da década na área de gerenciamento de projetos. É certificado “Project Management Professional” (PMP) pelo Project Management Institute (PMI) e professor de MBAs da Fundação Getúlio Vargas, Fundação Dom Cabral e UFRJ.