GERENCIAMENTO INTEGRADO DE PROCESSOS, PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIO – REVISTA GIP4 – SETEMBRO/ 2019


Você também pode ler a revista em PDF: GIP4 - Ed. Setembro 2019


O DESIGN THINKING COMO APRIMORAMENTO DE ESTRATÉGIA PARA O SEU PROJETO

A abordagem, antes utilizada principalmente no desenho de produtos, agora inspira a cultura corporativa. O design thinking é uma abordagem iterativa de solução de problemas para projetar produtos e serviços, que se concentra nas necessidades do usuário final.

O DESIGN THINKING é uma excelente forma de responder à crescente complexidade das novas tecnologias, sendo extremamente útil em projetos para o entendimento da necessidade do usuário e, portanto, para a definição do escopo do produto. Ao ajudar uma equipe a se concentrar no propósito e no valor final de um projeto desde seu início, o design thinking pode aprimorar a estratégia que está por trás dele.

Recomendamos a leitura do livro “Design Thinking”. Neste livro, Tim Brown, CEO da celebrada empresa de inovação e design IDEO, nos apresenta o design thinking.

 


A IMPORTÂNCIA DO PATROCINADOR PARA O SUCESSO DO PROJETO

No mercado competitivo em que vivemos, a sobrevivência das Organizações depende da agilidade e efetividade de suas ações.

O que define o seu futuro é o sucesso dos projetos. Por isto, precisamos fazer certo a combinação certa dos projetos certos.

Ter um patrocinador executivo ativamente engajado ajuda a melhorar os resultados do projeto. Segundo estudos, 26% das organizações afirmam que o apoio inadequado é a principal causa de falhas de projetos, enquanto 62% das iniciativas concluídas incluem patrocinadores que apoiam ativamente o projeto*.

*Fonte: Pulse of the Profession, PMI, 2018


COMO SOBREVIVER A FUSÕES E AQUISIÇÕES?

O número de fusões e aquisições (F&A) vai aumentar. Cargos, como o de gerente de projetos, correm riscos, em razão das possíveis redundâncias.⠀

ASHLEY BISHEL, na revista PM Network de agosto de 2019, página 40, propõe cinco maneiras pelas quais os gerentes de projetos e programas podem se destacar em uma estrutura reformada. Confira a seguir.

 

1) Preparação: entenda bem o ambiente (cultura de trabalho e visão estratégica) das duas empresas e leia acerca de integrações anteriores.⠀

2) Status: Obter uma solução firme sobre o destino de seus projetos, o que pode sinalizar o destino de seus papéis na nova organização.

3) Oportunidade: A mudança cria oportunidades para pessoas capazes de concretizar ideias e executá-las. Os líderes valorizam profissionais de projetos que demonstram capacidade de executar em ambientes voláteis e em constante mudança.

4) Alinhamento: é uma obrigação para os profissionais de projeto se alinharem aos objetivos da organização recém-integrada.

5) Rede de contatos: Faça conexões autênticas. Quanto mais cedo você conseguir estabelecer conexões, mais cedo encontrará os melhores jogadores e terá maior chance de aproveitar a onda de integração.


AUMENTE A PREVISIBILIDADE DO SEU PROJETO APRENDENDO NOVOS MÉTODOS! 

CONTE COM A BEWARE CONSULTORIA E TREINAMENTO.

COMO OTIMIZAR OS RESULTADOS DOS MEUS PROJETOS?

 


COMO PROMOVER INOVAÇÃO EM PROJETOS?

Enquanto a criatividade é a competência de encontrar uma maneira de fazer algo de forma mais eficiente, eficaz ou divertida, a inovação é a competência de transformar essas ideias criativas em realidade, sendo aí que surge a gestão de projetos como apoio à inovação. É preciso aumentar o poder de inovação de sua equipe em projetos, especialmente com foco em transformação tecnológica.

 

Para isso, Carlos Magno Xavier, diretor da Beware, propõe algumas abordagens complementares a seguir:

  • Desenvolver a criatividade da equipe
  • Motivar a criatividade via recompensa
  • Criar equipes (squads) de inovação
  • Utilizar projetos para transformar as ideias em inovação

Confira todas as dicas que o professor Magno preparou para você promover a inovação em seus projetos no blog do nosso site.


AGENDA DE CURSOS DA BEWARE (TURMAS ABERTAS)

Desde 2015, a Beware é Registered Education Provider (R.E.P.) pelo PMI, atendendo a todos os critérios de qualidade, garantindo PDU´s aos seus alunos e te ajudando a se destacar no mercado de trabalho. Clique no curso abaixo ou entre em https://beware.com.br/servicos/cursos .

CURSOSCARGA HORÁRIAPROFESSORLOCALDATA
Workshop de Elaboração da EAP8hCarlos Magno XavierNiterói (RJ)14 de Outubro
Gestão Moderna de Projetos24hCarlos Magno XavierNiterói (RJ) 15, 16 e 17 de Outubro.
Curso: do Project Canvas ao Plano do Projeto16hCarlos Magno XavierNiterói (RJ)15 e 16 de Outubro
Curso de Gerenciamento de Riscos utilizando Simulação de Monte Carlo16hLuiz Fernando XavierNiterói (RJ)06 e 07 de Novembro
Curso de Gerenciamento de Riscos utilizando Simulação de Monte Carlo
16hLuiz Fernando XavierMaputo/ Moçambique18 a 20 de Novembro
Curso de Gerenciamento de Projetos de Inovação, Pesquisa & Desenvolvimento24hCarlos Magno XavierNiterói (RJ)26,27 e 28 de Novembro
Curso de Gerenciamento de Riscos utilizando Simulação de Monte Carlo16hLuiz Fernando XavierSão Paulo 05 e 06 de Dezembro
Workshop de Gestão de Portfólio e Programas8hCarlos Magno XavierNiterói (RJ)09 de Dezembro
Curso de Gerenciamento de Riscos utilizando Simulação de Monte Carlo16hLuiz Fernando XavierBrasília10 e 11 de Dezembro
Curso de Gerenciamento de Riscos utilizando Simulação de Monte Carlo16hLuiz Fernando XavierFortaleza28 e 29 de Janeiro de 2020

Garanta já a sua vaga, antes que a turma lote!

Vamos até você! Para cursos In Company, envie mensagem para relacionamento@beware.com.br ou whatsapp para (21) 97201-9981.


LIVRO DO MÊS

O Project Management Institute (PMI) divulgou a 3ª edição de seu standard da elaboração de cronograma. Nessa nova edição, você verá, entre outros assuntos:

■ Descrições detalhadas do método do caminho crítico, cadeia crítica, técnica de revisão e avaliação de programa, planejamento em ondas sucessivas e simulação de Monte Carlo.

■ Os usos e aplicações das abordagens do gerenciamento adaptativo de abordagens de elaboração de cronogramas, como o ágil.

■ Orientação e informações sobre práticas recomendadas, e geralmente aceitas nos processos de planejamento, desenvolvimento, manutenção, comunicação e emissão de relatórios de um modelo de programação eficaz.

Esse padrão de prática se concentra em abordagens usadas em um ciclo de vida preditivo, mas inclui considerações relacionadas às abordagens usadas em ciclos de vida adaptativos/ágeis. Também inclui considerações expandidas sobre práticas emergentes para elaboração de cronogramas de projetos, como o cronograma baseado em localização. Clique aqui para detalhes adicionais.

× Como podemos ajudar?